quinta-feira, 24 de maio de 2012

Quarta-Feira Negra para Cariocas!


Com certeza hoje não é um dia muito feliz para nenhum torcedor cruz-maltino, e nem para os tricolores de todo o Brasil. Apesar de os dois estarem eliminados da libertadores, creio q a torcida está triste porém junto com os seus respectivos times, pela vontade e garra mostrada dentro de campo em seus jogos, pelo menos sinto isso, pelo meu Vascão. Foram dois jogos difíceis, decididos nos detalhes, depois dos 40 minutos do 2° tempo e o principal aquele SE entrou em questão, e o deuses do futebol estiveram literalmente contra o Rio de Janeiro nesta quarta.. Primeiro o Fluminense:

Fluminense X Boca Jrs.


Como disse acima, o mais uma vez foi um time de guerreiros, lutou, dominou o Boca, e foi para cima já que precisava de uma vitoria por mais de dois gols, por ter perdido o primeiro jogo por 1 a 0 na La Bomboneira.
Então vamos aos detalhes que definiram o jogo. O Fluzão como eu disse foi pra cima do Boca, e achou um gol de falta com Carleto, com a bola desviando na barreira e entrando no cantinho.
Até ai tudo bem, Fluminense na pressão o Boca acuado, porém os 2 Rafael's do Fluminense tivera a oportunidade de definir o jogo, e como diz o mestre Muricy Ramalho " A BOLA PUNI", e no caso do tricolor foi meio que merecida, não pelos gols perdidos, que acontece com todo grande time, porém por ter deixado passar a chance de eliminar o Boca ainda na primeira fase passar e reencontrar com o mesmo Boca revigorado nas quartas de final, e nesse enredo que Riquelme domina uma bola com espaço e da um de seus passes precisos, e no bate rebate na área do tricolor, El Tanque Silva empata aos 45 min e termina com  sonho de uma nação.
Parabéns Boca, pois apesar de não ter um time tão fantástico como alguns em um passado próximo, mostrou que joga pelo peso da sua camisa e de sua historia.

Vasco x Corinthians


Primeiramente, quero parabenizar a jogadores do Vasco que lutaram até o fim, e honraram a camisa e a sua torcida, e também ao Timão que mostrou raça, e empurrado pela sua torcida é muito forte.
Vamos ao jogo:

Eu esperava um jogo mais aberto, mais o que se viu no primeiro tempo foi mais um "pega pra capá" entre dois meio campos dispostos a não sofrer gols. O Corinthians por jogar em casa se arriscava imas ao ataque, o time do Vasco busca os contra ataques pela direita com Éder e Fagner. Tanto Diego Souza quanto Alex, estavam apagados no jogo, porém mau sabia eles que teriam participação ativa no resultado do jogo e consequentemente na classificação.
O segundo tempo começa e as coisas mudam os técnicos mexem no time, e nesse momento tenho que fazer uma pausa para tentar entender a substituição de Tiago Feltri por Felipe.

"Sr. Cristóvão Borges, gostei muito da maneira que treinou, mostrando onde marcar e quem marcar, porém ainda não consigo compreender aquela substituição, pois compreendo até q a ideia era dar um melhorada na saída de bola e uma enorme diferença na qualidade, porém creio eu que com o jogo da maneira que estava a entrada de Felipe na lateral esquerda seria meio que suicídio, pois devido a idade ele nunca acompanharia Jorge Henrique na velocidade, sendo assim ele teria q ficar preso a marcação e não iria apoiar o ataque. E assim ocorreu, se eu ouvi o Felipe pegar na bola foi uma 3 vezes, você na tentativa de dar qualidade você anulou nosso maestro, a ideia em si foi muito boa porém acho que não para um jogo tão brigado e tão truncado."

Continuando ... apos as substituições os dois técnicos colocam suas equipes para frente mudam atacantes compondo o meio campo, e nesse momento acontece o lance poderia ter mudado todo o panorama do jogo, apos um vacilo de Alessandro, Diego Souza parte sozinho do meio campo com só o goleiro Cássio pela frente, e na minha opinião por incompetência perde o gol que seria o da classificação cruz maltina, talvez ele não estivesse preparado para assumir o posto de herói do jogo transformando assim, o goleiro Cássio, em um salvador.
Na minha opinião, o efeito do gol perdido desmotivou a equipe que passou a ser ainda mais pressionada pelo Corinthians, e na base da insistência, Alex que andava sumido no jogo cobra o escanteio na cabeça de Paulinho que não desperdiça, e faz  gol da classificação Corintiana aos 43 minutos do segundo tempo.

Ironia ou não, os 3 times cariocas que foram a libertadores foram eliminados nos últimos minutos, mostrando uma fragilidade dos times em manter a cabeça no lugar em determinados momentos, não aguentando a pressão.

O que eu sei é que o DEUSES DO FUTEBOL, beneficia quem erra menos, e como eu disse la no inicio o que resta aos times cariocas é pensar SE aquela bola entra, SE ele não perdesse aquele gol, SE o zagueiro não deixasse o atacante sozinho, diversos SE aparecem em nossa cabeça tentando entender por que não deu certo, ou simplesmente buscar um explicação para o insucesso.

Mas, como é vida que segue, Parabéns Corinthians, Parabéns Boca ... boa sorte na próxima fase.

Igor Melo    
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário