Crônica da Champions

Compensando o atraso do post do fim de semana, está saindo direto do forno, sobre o confronto Chelsea x Barcelona, onde muitos vão dizer que o Barcelona jogou mal, eu prefiro dizer que o Chelsea jogou muito bem e foi castigado com o empate no único erro que sua zaga cometeu.

Plena terça feira e a Liga dos Campões, como sempre, nos proporcionando um bom entretenimento futebolístico. O Chelsea inicia o jogo escalado ao melhor estilo italiano (3-4-3), com três zagueiros, muita marcação efetuada com os quatro homens no meio campo e abdicando de um camisa nove padrão, pra ser a referência, três jogadores rápidos, Hazard, Pedro e William, para sair em velocidade.

Já esperando o estilo de jogo do Barça, de manter a posse de bola e muita troca de passe, Conte preenche o meio de campo, não propõe o jogo e abertamente escolhe jogar no contra-ataque. Apesar do time do Barcelona ter mais que 70% da posse de bola durante o primeiro tempo, não produziu nada. Em contrapartida, os contra-ataques efetuados pelo time de Londres, levaram muito perigo ao gol de Ter Stegen, com direito a duas bolas na trave do brasileiro William, que na minha visão, foi o melhor em Campo.

O Barcelona sobrevivia dos lampejos de Messi, quando vinha buscar a bola no meio campo pra criar a jogadas, sempre bem marcado por mais de um adversário, em especial por Cantê, que fez uma ótima partida na marcação do camisa 10 do Barça.

No segundo tempo, o Barcelona tenta impor um jogo mais agressivo, aparece o futebol do Pistoleiro. Contudo, provavelmente no melhor momento do Barça no jogo, William, em sua jogada característica, corta pra direita e fuzila para abrir o placar. Parecia está resolvido o jogo, pois se mantinha o mesmo que o primeiro tempo, o Barça tocando bola, o Chelsea marcando duro, até numa falha da zaga, a bola cai nos pés de Messi e ele empata a partida, jogando água no Chopp do Chelsea.ad2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<script> (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-6566209478956370", }); <Fim de jogo, tudo igual em Londres, e fica o recado, os times ingleses não estão pra brincadeira, mostrando porque a Premier League é o campeonato mais competitivo do mundo. Agora é esperar a volta no Camp Nou.

Boa Noite.


Igor Melo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vinicius Junior faz dois, vira o jogo e garante vitoria Rubro-Negra

São Martin Silva salva o Vasco.

Pior inicio possível, LaU derrota Vasco da Gama em São Januário